Category Archives: Blogging

Remoinho

O Remoi­nho nunca che­gou a ser o que era para ter sido: uma espé­cie de blo­gue colec­tivo para falar de tudo para todos. Pelas mais diver­sas razões — que são as razões de sem­pre — a “coisa” não desenvolveu.

Como não pode haver pior uti­li­za­ção para um domí­nio já regis­tado que a sua não uti­li­za­ção, resolvi uti­li­zar o domí­nio remoinho.com para algo que já há muito tempo andava a ger­mi­nar: um site em que as ima­gens e as pala­vras se com­ple­men­tas­sem entre si mais do que é norma, dei­xando que umas ilus­tras­sem as outras e vice-versa.

Dêem lá um sal­ti­nho.

Blog versus Facebook e Twitter

Por diver­sas razões, este ano tem sido mar­cado pelo meu afas­ta­mento tanto deste blo­gue como do Por­tal Ateu. Razões de índole pes­soal e pro­fis­si­o­nal esti­ve­ram na ori­gem desse pro­cesso mas, tal­vez como alter­na­ti­vas para pre­en­cher esse impulso de escre­ver incons­ci­en­te­mente cri­a­das, os sites soci­ais — pri­meiro o Twit­ter e depois o Face­book — ocu­pa­ram a maior parte do meu tempo online. Lamen­ta­vel­mente, diga-se…

Ao longo dos últi­mos anos tenho escrito sobre diver­sas maté­rias, com diver­sos graus de seri­e­dade e inte­resse, quer neste blo­gue, quer no Por­tal Ateu. Qual­quer des­ses tex­tos estará sem­pre dis­po­ní­vel ao alcance de uma pes­quisa ou de uma con­sulta aos arqui­vos, desde que as bases de dados se man­te­nham online.

Com os sites soci­ais não é assim. Embora as entra­das pos­sam lá estar (con­fesso des­co­nhe­cer durante quanto tempo são guar­da­das as infor­ma­ções nos sites soci­ais), a ques­tão é que o tipo de par­ti­ci­pa­ção que se tem nos sites soci­ais rara­mente mere­cerá uma pes­quisa à pos­te­ri­ori, pois tratam-se, nor­mal­mente, de par­ti­ci­pa­ções pouco pro­fun­das, indig­nas de grande aten­ção para além do imediato.

Não quero com isto dizer que os sites soci­ais sejam inú­teis ou desin­te­res­san­tes; o que quero dizer é que não devem subs­ti­tuir os blo­gues. Seria como ten­tar subs­ti­tuir uma tese de Física por uma fór­mula gra­fi­tada numa parede de subúr­bio! Ou como ten­tar resu­mir “Os Maias” a um SMS de 3 linhas em “por­tu­kês”. Não se pode dizer que sejam exac­ta­mente a mesma coisa…

Basi­ca­mente, pode-se colo­car a situ­a­ção desta forma: o Face­book é para os ami­gos, o blo­gue é para as ideias. É que, ao con­trá­rio do que acon­te­ce­ria num mundo ideal, eles nem sem­pre se cruzam!

Oh xôr doutor!

Gosto quando o Ricardo Pinho escreve assim.

Perpetuum Mobile

L. Abran­tes

A L. Abran­tes é uma amiga do Por­tal Ateu, comen­tando e dando-nos dicas com regu­la­ri­dade. Gos­tá­va­mos que fizesse parte da equipa, mas ela tem-se man­tido irre­du­tí­vel na sua “independência”.

Segundo os seus Twe­ets, tem per­cor­rido o país de lés-a-lés nos últi­mos dias. Não sei a razão, mas ela há-de informar-me da pró­xima vez que nos encon­trar­mos. De qual­quer forma, ela tem que jus­ti­fi­car o nome do seu blog.

A L. Abran­tes foi a pri­meira a res­pon­der a uma brin­ca­deira que fiz no Twe­e­ter em que pro­me­tia um link a par­tir daqui para o blog do ven­ce­dor. Como bom ateu, eti­ca­mente cor­recto, fica aqui o cum­pri­mento da pro­messa:  Per­pe­tuum Mobile.

De um anónimo cheio de bom senso

A sim­ple fri­end thinks the fri­endship is over when you have an argument.

A real fri­end knows that it’s not a fri­endship until after you’ve had a fight.

Site da AAP já no ar

Aca­bei esta madru­gada a ins­ta­la­ção do site da AAP — Asso­ci­a­ção Ateísta Por­tu­guesa. Já o podem ver aqui.

Como todos os novos sites, irá sendo melho­rado com o tempo, acrescentando-lhe novos ser­vi­ços. Espero que gostem.

Os cães ladram…

Este é o meu último artigo no Por­tal Ateu, aqui em for­mato podcast.

Audio clip: Adobe Flash Player (ver­sion 9 or above) is requi­red to play this audio clip. Down­load the latest ver­sion here. You also need to have JavaS­cript ena­bled in your browser.

Paranóias

Esta longa ausên­cia foi iné­dita. Nunca tinha estado tanto tempo sem colo­car aqui alguns tex­tos. Mas, como para tudo o resto, existe uma explicação.

Na pas­sada sexta-feira acon­te­ceu a inau­gu­ra­ção do Para­nóias — Café Con­certo. Foi um mês e tal de pre­pa­ra­ti­vos que me afas­tou das lides blo­guis­tas, tanto aqui como no Por­tal Ateu. O Para­nóias encontra-se a meio cami­nho entre o Bom­bar­ral e a Lou­ri­nhã, na Moita dos Fer­rei­ros. Vai estar aberto de ª à Sábado com kara­oke e música ao vivo.

Para quem se possa sur­pre­en­der com o facto de o logó­tipo ser um anjo musi­cal, eis a expli­ca­ção: naquele espaço já fun­ci­o­nou um outro bar que tinha como logó­tipo este anjo. Deci­di­mos man­ter o boneco, até por­que acre­di­tar em anjos é, em si mesmo, uma grande para­nóia. Apa­re­çam e divirtam-se.

Visita o site

Junta-te ao grupo no hi5 

De cara lavada

Actu­a­li­zei o aspecto do blog. Não tinha pre­visto fazer esta alte­ra­ção, mas há já algum tempo que sen­tia neces­si­dade de ter uma coluna extra para poder colo­car outro tipo de infor­ma­ção, nome­a­da­mente ima­gens de sen­si­bi­li­za­ção para algu­mas cam­pa­nhas sobre assun­tos pelos quais me interesso.

Ainda tenho que dis­por melhor a infor­ma­ção nas colu­nas do lado direito, fal­tam alguns retoques.

Por outro lado, com o nas­ci­mento do Por­tal Ateu, cria-se uma opor­tu­ni­dade para con­cen­trar mais os arti­gos sobre ateísmo naquele site, o que liber­tará este blog para a abor­da­gem mais fre­quente a outras matérias.

Para já, espero que o novo visual seja do vosso agrado.

Entrevista no Portal Ateu

Para a segunda edi­ção do pod­cast do Por­tal Ateu, Ricardo Sil­ves­tre fez-me a entre­vista pos­sí­vel. Podem ouvi-la aqui.