A falta de espanto

Feliz­mente, está a che­gar ao fim uma das sema­nas mais tris­tes dos últi­mos anos para Por­tu­gal. Nesta semana, para quem ainda tinha dúvi­das, foi fácil cons­ta­tar que:

  • O fute­bol e a reli­gião são duas for­ças motri­zes da nossa sociedade
  • O governo é opor­tu­nista e men­ti­roso ao dei­xar para esta semana –  em que quase toda a gente anda dis­traída a tirar areia dos olhos — os anún­cios de aumen­tos de impos­tos e cor­tes sala­ri­ais, ao con­trá­rio do que havia prometido
  • Nós come­mos e cala­mos e até parece que já nem custa a engolir
  • Con­ti­nu­a­mos iguais a nós pró­prios em tudo aquilo em que somos mesmo maus e não há maneira de con­se­guir­mos pro­te­ger as pou­cas coi­sas boas que temos
  • Temos uma janela de cerca de 15 dias para fin­gir que refi­la­mos; entre­tanto, chega o Cam­pe­o­nato do Mundo de fute­bol e depois as férias, e depois o regresso às aulas e depois já é Natal outra vez e fica tudo em paz!

O mais espan­toso é que já nin­guém se espanta que assim seja… Viva Portugal!

Par­ti­lhar este artigo:

Outros arti­gos idênticos:

  1. Des­pro­por­ci­o­nal
  2. Ben­fica, Spor­ting, Porto…
  3. Pás­coa… Preparados?
  4. As moda­li­da­des des­por­ti­vas e os outros interesses
  5. Ren­di­ção
Esta entrada foi publicada em Portugal, Sociedade com as tags , governo, . ligação permanente.

2 Respostas a A falta de espanto

  1. Carlos de Jesus diz:

    Com papas e bolos se enga­nam os tolos!

    Jesus mas não o Cristo!!!

  2. Carlos de Jesus diz:

    Infe­liz­mente este é o nosso Portugal!

    FFF

    Fado
    Fute­bol
    Fátima

    Ateu gra­ças a “deus”

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Pode usar estas tags HTML e atributos: