Arquivo para 2008

Bye, bye… hi5

Pessoais 7 Comentários »

Já não estou no hi5! Cansei-me de receber convites de amizade de gente que eu nunca vi mais gorda e com quem me evitaria cruzar na rua. Durante cerca de 2 anos, o hi5 não contribuiu em nada para melhorar a minha presença na net, nem contribuiu em nada para o meu enriquecimento pessoal. Assim, cancelei a minha conta.

Se calhar sou eu que não acho graça a esta onda de “social networks” generalistas. Tal como aconteceu a especialização dos blogs há uns anos atrás, penso que o caminho para as redes sociais é também o da especialização.

Queria acabar com um lacónico “foi giro enquanto durou”, mas não teve piada nenhuma.

À deriva pela net

Diversos 1 Comentário »

Portal Ateu - De cara lavada e vestido de azul

The Venus Project - Um design alternativo para a nossa cultura; reinventar o futuro, eliminar a guerra, a fome, a morte, a pobreza, o crime e - imagine-se - os impostos! Tudo com preocupações ambientais. Trata-se de um ambicioso projecto liderado pelo visionário Jacque Fresco

Get Mooh - Para nos livrar de situações (previsivelmente) incómodas de carácter privado ou social. Programação um telefonema para uma determinada hora e está arranjada a desculpa para uma saída airosa.

Free Music Software - Blog dedicado a promover ferramentas de software gratuítas para produção de áudio

Elgg 1.0 - O software open source para criar redes sociais. Provavelmente, o site do Palpita-me irá ter uma secção baseada neste software.

“I Met the Walrus” - Um magnífico tributo a John Lennon

Arte & Cultura 1 Comentário »

“I met the Walrus” é um excelente trabalho de vídeo feito “em cima” de uma entrevista de 1969, originalmente apenas em áudio. A entrevista foi conduzida por Jerry Levitan, na altura com apenas 14 anos, que se consegui “infiltrar” no quarto de hotel de Lennon.

Com animações de Josh Raskin, o vídeo na sua integra tem a duração de 40 minutos e foi nomeado para os Óscares de 2008 na categoria de “Curta de Animação” e ganhou o Festival de Manhattan de Curta Metragens.

WPvideo 1.10
Download do video

Jamendo - boa música grátis, quer dizer, de borla

Arte & Cultura 6 Comentários »
Jamendo

Jamendo - toda a música que precisa, de borla

Uma das grandes vantagens das novas tecnologias é que não permitem que alguns monopólios se eternizem. Ao disponibilizarem novas ferramentas, provocam dinamismos no mercado anteriormente inexistentes. A internet, as redes peer-to-peer e o mp3 por um lado e as ferramentas digitais para criação e produção de música por outro, revolucionaram completamente o processo criativo e de distribuição do produto final musical.

Mais do que isso, alteraram o conceito de produto final. Só que algumas pessoas ainda não repararam ou simplesmente estão demasiado assustadas para o admitir. Até há algum tempo atrás, o produto final da música era a cópia do registo fonográfico da obra, vulgo disco, cassete, etc. Hoje em dia, já não é assim. A livre distribuição de música pela net, embora ilegal segundo os parametros “medievais” de alguns, provocou uma alteração relevante no conceito de produto final; já não é o disco que se pretende vender, mas sim o espectáculo ao vivo e, em alguns casos, apenas a publicidade no website de promoção musical.

Por outro lado, existe uma nova oportunidade para à “carolice” ser dado o estatuto artístico. Fazer música por prazer, mesmo que essa não seja a principal fonte de rendimento, e ver o trabalho reconhecido, não pelo número de compradores de um disco ou CD, mas pelo número de visitas a um website ou pelo número de downloads de um mp3. Afinal, sempre foi essa a principal motivação de qualquer artista que se preze.

Isto e muito mais pode ser facilmente constatado no Jamendo. Variedade, quantidade e qualidade, tudo de borla. Vale bem a pena uma visita.

Algumas recomendações de estilos diversificados:

  • Kolokón - Rock’n'Roll Patxuko
  • Ruth Theodore - Worm Food
  • Hype - Lies and Speeches
  • Killing Jazz - Killing Jazz
  • Slim - Interstate Medicine

Penso, logo, sou um blogger

Sobre o Blog 15 Comentários »

Já lá vão quase dois anos desde que transformei este blog numa plataforma de divulgação e reflexão do meu ateísmo. Desde então, muitos debates aconteceram nas caixas de comentários deste blog; através desses interessantes debates tive oportunidade de reflectir mais profundamente sobre o meu ateísmo e amadurecer alguns dos princípios que tenho defendido. Ao longo deste período, escrevi para o Diário Ateísta, fundei e ajudei a criar o Portal Ateu e participei como comentador em diversos outros blogs. Nas últimas semanas, estive activamente envolvido nos primeiros passos da AAP.

Resumindo, a questão da defesa do ateísmo tem tido um papel relevante na minha vida ao longo destes dois anos. Continuará, certamente, a ter esse papel; isso apenas não irá acontecer neste blog. Continuarei a colaborar e a participar no Portal Ateu (fiquem atentos à reentré, trará algumas novidades) e, enquanto membro da Direcção da AAP pretendo estar bastante activo nas iniciativas da mesma.

No que toca a este blog, passará a ser um espaço mais familiar, por um lado, e mais generalista, por outro. Podem ler mais nesta página.

Para além da mudança de visual, mudei também a legenda de título do blog, abdicando do “Penso, logo, sou ateu” que dá lugar a um igualmente sarcástico “Penso, logo, sou um blogger“.

Como sempre, espero que se divirtam.

Paris Hilton

Mundo 2 Comentários »

Quem é que se atreve a charme-lhe “parva”? Quem?

WPvideo 1.10
Download do video

Provas da existência de Deus

Ateísmo, Religião 5 Comentários »

Atheist Nexus

Ateísmo, Pessoais Sem Comentários »

Já está online a primeira rede social para ateus e eu já lá estou. Visitem a Atheist Nexus e aproveitem para se juntarem ao grupo do Portal Ateu.