Últimos Artigos »
Últimos Comentários »
Artigos em Destaque »

Verdades, Popper e propaganda

19 Fevereiro, 2008

Sem dúvida que está a ser muito interessante a discussão entre o Daniel Silvestre e o comentador Bernardo no artigo “O diálogo que deve ser promovido“.

Concordo plenamente que os diálogos devem ser sempre promovidos. No entanto, quero chamar aqui a atenção para a urgência que existe de , em circunstâncias deste tipo, se definirem os pressupostos antes de se desenvolverem teorias e se defenderem posições. Refiro-me, claro está, à definição de deus; de que adianta um diálogo se se debaterem conceitos diferentes ou se se utilizarem diferentes graus de especificidade sobre o objecto da discussão? Dessa forma, corre-se o risco de mantermos um diálogo sobre abstracções conceituais inválidas para o nosso interlocutor.

Por outro lado, gostaria de afirmar peremptoriamente que discordo do Bernardo na questão da falseabilidade de deus. Não discuto, obviamente, a sua infalseabilidade à data; discuto a presunção de que será sempre assim. Ou seja, afirmar que deus será sempre uma hipótese não falseável é, em si mesmo, uma afirmação não falseável! Em que ficamos, então?


O Bernardo recorre ainda ao racionalismo crítico de Karl Popper e às suas teses na área da filosofia da ciência. Muito resumidamente, o que Karl Popper propõe é que todas as teorias para serem consideradas científicas terão que ser refutáveis. Pergunto-me: onde está a refutabilidade desta afirmação? Uma vez mais, em que ficamos?

Finalmente, não resisto a comentar uma afirmação do Bernardo num dos comentários. Passo a citar:

Sabe o que sucede quando falamos sobre assuntos que não conhecemos em primeira mão? Sabe o que fazem todas as pessoas, como o Daniel (ou como eu mesmo, quando em tempos falei também assim sobre o caso Galileu), que falam sobre Galileu sem conhecerem os processos e os argumentos? Fazem PROPAGANDA.

É verdade: sempre que falamos sobre temas que não conhecemos em primeira mão (ou às vezes nem em segunda), estamos a veicular opiniões de outras pessoas. Isso é propaganda.

Aqui concordo inteiramente com o Bernardo! É exactamente pelos motivos que ele indica que considero as histórias do Novo Testamento um elaborado panfleto propagandista. O Bernardo, sem se dar conta, utilizou os argumentos que muitos usam para questionar a veracidade histórica de Jesus. Mas o Bernardo, nesse caso, já descarta a possibilidade da propaganda. A este estranho contra-senso chama-se fé.

Publicado a 19 de Fevereiro no Portal Ateu


Tags: , ,
Arquivado em Ateísmo, Ciência, Religião |

10 Comentários a “Verdades, Popper e propaganda”

  1. Marcio Coelho Diz:

    Olá amigo… sou do Brasil e há muito venho tentando obter o livro A ORIGEM DO CRISTIANISMO, do autor Iakov Lentsman e parece que você conseguiu uma cópia em Portugal. Esse livro nunca foi editado aqui no Brasil (por que seria?) e penso se você teria alguma dica de como eu poderia comprá-lo. Desde já muito lhe agradeço.

  2. António Ramalho Diz:

    Já nem sei como foi que aqui cheguei, apenas sei que andava no Google a procurar uma alternativa ao Chevrolet Captiva de 7 lugares. Terá sido milagre?
    Deve ter sido, porque após ler algumas das opiniões do autor deixei de pensar no carro e dediquei-me, por cerca de 1/2 hora, a fazer reflexões espirituais.
    Quero endereçar as minhas felicitações ao autor pela forma educada, pela elevação ética, com que transmite as suas opiniões.
    Continue

  3. Luis Marques Diz:

    Que pena a tua mãe não ter abortado…

  4. Helder Sanches Diz:

    Por outro lado, a tua abortou e olha o resultado!!!

  5. Luis Marques Diz:

    não passas de monte de merda…um ser humano nojento e provocador…não passas de um filho da pu…Em breve te cortamos o pio…adorador de satanás.

  6. Helder Sanches Diz:

    Um bom fim de semana e sais de fruto para ti.

  7. Americo Rodrigues Diz:

    Caro Luis,não fale assim do amigo Helder!
    Eu diria antes..cortem-lhe a garganta,tirem-lhe a pele e capem-no.Ofereço bom dinheiro a quem o fizer.

  8. Carlos Sampaio-Samuel Jorge-Vitor Lucas-Antonio Bastos-Rui Goncalves Diz:

    “Ultimamente tem se assistido em Portugal e por algumas pessoas um ataque cerrado e prepotente, de desprezo e ódio a Jesus Cristo, não só à Igreja ou aos cristãos, mas ao próprio Cristo.
    Não se trata de alguns sites isolados, bastava mencionar agora alguns deles – indicam na sua simultaneidade, que se avançe contra o cristianismo enquanto tal, atacando o seu centro vital com as características de uma conspiração”
    “chamo a atenção da apatia, e da lentidão de muitos que se dizem Cristãos
    e que nada fazem, senão encolher os ombros e dizer que é fruto da liberdade de expressão. Este suspeito silêncio aos atentados da Fé Cristâ.Leva a pensar
    que o Cristianismo,e mais especificamente o catolicismo pode ser atacado com impunidade e sob a capa da “tolerancia cristã” ou da liberdade de expressão. O que estranha ainda mais é a relaxação, o descuido, a inação dos
    Cristãos que sofrem sem reclamar de que insultem o seu Senhor Jesus Cristo
    E que manipulem as realidades mais santas da religião.
    Exorto aos que se dizem Cristãos a oferecer um testemunho claro e doloroso
    a quem se presta a este ataque constante á Igreja de Cristo.
    Exorto os Catolicos a cortarem estas ervas daninhas…

  9. Rosa Alva Diz:

    É triste encontrar-mos estes sites na internet.Se são ateus,se não acreditam,porque atacam a igreja e os crentes?Ísto é maldade..é falar mal por falar.Sou contra a violencia fisica,mas o sr.helder devia apanhar uns acoites…

  10. Helder Sanches Diz:

    Não é que agora querem transformar este blog num site de BDSM!

Deixe um Comentário