Últimos Artigos »
Últimos Comentários »
Artigos em Destaque »

Uma prenda herética

23 Dezembro, 2007

Eis que já se encontra disponível a minha prenda de Natal para os leitores deste blog.

A partir de hoje, estará em curso uma sondagem (ver barra lateral esquerda) por tempo indeterminado onde se pretende concluir, afinal, qual a principal conclusão que se tira da mitológica ressurreição de Jesus. Na altura em que por todo o mundo a maioria dos cristãos celebram o seu nascimento, num abuso de calendário que rouba a data às celebrações pagãs do solstício de Inverno, parece-me apropriado.

Ironia à parte, o desenho está espectacular (clicar na imagem). Divirtam-se.


Arquivado em Diversos |

3 Comentários a “Uma prenda herética”

  1. JPC Diz:

    Olá vizinho! Vim cá só agradecer os votos deixados no Naturalmente e retribuir a dobrar com um 2008 cheio de Paz e Saúde para ti e para os teus!

  2. Catellius Diz:

    Da ressurreição? Ora, se o corpo ressuscitou, ocupa obrigatoriamente um lugar no espaço. Não podemos dizer que está em alguma outra dimensão, sentado à direita de um pai metafísico. Então é passível de ser visto por um astronauta ou por um ET. Ele será um barbudo todo furado sem prepúcio (este ficou cá na Terra) e de túnica. Sua existência é um milagre constante, pois no vácuo o corpo explodiria, sem falar na falta de oxigênio, para além de 1974 anos ser mais do que o dobro da idade do maior quelônio bíblico, Matuzalém. O corpo fica em algum canto, jogado para traças siderais, porque não deve ser muito necessário para uma divindade onipresente…

    Pombas, Helder! Que pergunta idiota, he he.
    Abraço e feliz Solstício de Verão (estou no hemisfério sul. Por aqui o Papai Noel usa bermudas…)

  3. Catellius Diz:

    p.s. 1974 anos porque considero a sua idade a partir da ressurreição e não da encarnação, he he.

Deixe um Comentário