E hoje tenho um rebuçado para os crentes que visitam este blog; pois é, vou criticar alguns… ateus!

Não vou procurar grandes justificações, uma vez que o alvo da minha critica soa-me tão absolutamente ridículo que nem me quero dar ao trabalho de perder muito tempo com o assunto. Basicamente, a questão é esta: não chegavam já as religiões, igrejas, cultos e seitas existentes com crenças fantásticas em histórias da carochinha? Era mesmo necessário criar uma igreja de “livre pensadores”? Pelos vistos, a resposta a esta última pergunta é afirmativa.

No Texas, Estados Unidos (where else?), existe a Houston Church of Freethought (Igreja de Livre Pensamento de Houston), local que, aparentemente, serve para os encontros mensais de ateus, agnósticos, cépticos, etc. Com alguns serviços de índole social à mistura, salta à vista a isenção fiscal como uma vantagem em relação a outros formatos associativos que serviriam perfeitamente os mesmos interesses.

Como diria um personagem conhecido: não havia necessidade!

Enfim, americanices…

Comentários

7 Respostas a “Houston Church of Freethought”

  1. on em 22 Novembro, 2007 15:44

    Caro Helder:

    um abraço! Há muito que eu esperava por este momento! Se não queremos parecer ser membros de uma igreja,que tal começar por nos criticarmos uns aos outros?

    Mas ainda foi melhor, criticou-me a mim! Se eu andasse por lá, se callhar entrava para esse credo. Depende da qualidade das bolochinhas de chocolate que eles servicem com o café:)

  2. on em 22 Novembro, 2007 15:46

    Devia ter escrito o comentário anterior com mais cuidado:)

  3. Catellius em 22 Novembro, 2007 20:18

    E sugiro uma oraçãozinha para rezarmos antes de dormir, he he:

    Ó suprema massa cinzenta que regeis meu ser, guardai-me de ser mesquinho com o próximo, sede minha inteligência e curai-me de meus males enviando vossos anticorpos-da-guarda, com a intercessão de são bulbo, são cerebelo e de santo hipotálamo, o supremo organizador do caos cerebral. Que a vossa serotonina sagrada conduza meu coração, meu sono e meu apetite, e dai-me a endorfina de cada dia, amém.

  4. on em 22 Novembro, 2007 22:17

    Para ganhar a endorfina de cada dia, que tal fazer um pouquinho de exercício?

  5. José Luiz Sarmento em 22 Novembro, 2007 23:31

    Se é no Texas, entende-se. A igreja vista como uma espécie de country club é um fenómeno muito anglo-americano, e como o Hélder observou a isenção de impostos dá um certo jeito.

  6. 1atento em 24 Novembro, 2007 19:05

    Há no Youtube um óptimo vídeo sobre esse assunto:
    http://br.youtube.com/watch?v=iH0ze9jjFBU

  7. Helder Sanches em 25 Novembro, 2007 18:22

    Obrigado pelo link.

    Esta matéria está a começar a criar alguma polémica nos Estados Unidos mas, infelizmente, pelas piores razões. Vou tentar colocar um post sobre esta matéria muito brevemente.

Deixe uma resposta