…e deus é amor!

Religião | 30 Setembro, 2007
WPvideo 1.10
Quantas pessoas foram mortas na biblia?
06:56
Download do video

8 Comentários »

  1. Forte

    Comentário por Luis Pestana — 30 Setembro 2007 @ 19:17

  2. Adorei! Não só pela esclarecida demonstração dos valores tão belos defendidos pelos “religiosos” mas também porque a música “For whom the bell tools”, do álbum “Ride the lightning”, dos Metallica, é uma das minhas favoritas.

    Comentário por Manel — 1 Outubro 2007 @ 19:30

  3. [...] não sei onde é que o Nuno encontra esses atributos no “seu” deus. Não será certamente na Bíblia. O Antigo Testamento é fértil em práticas do Mal, Arrogância e Injustiças, onde a falta de [...]

    Pingback por Práticas de boa gente : Helder Sanches — 29 Outubro 2007 @ 13:03

  4. Saudações

    Bom, de facto é uma montagem bem feita, a musica escusado será dizer que é excelente, mas quanto a ao conteudo a minha opiniao é a seguinte. Quando lemos um texto seja ele qual for…a menos que tenha uma conclusao por escrito a explicar o que o texto queria dizer, este está sempre sujeito a interpretaçoes, para dar um exemplo a Batalha de Aljubarrota tao cara para os portugueses por nos garantir a independencia de Espanha cá em Portugal é tida em grande conta e nos livros de historia espanhois o mesmo texto é assumido como uma batalha menor, onde uma má estrategia provocou uma derrota insignificante.
    Isto para dizer que cada um vê o que quer ver nos textos…é obvio para quem lê a Biblia, que se olhar para os textos (principalmente do Antigo Testamento) fica horrorizado pelo numero de mortes que aconteceram…como disse noutro comentario…1000 anos passados a mente dos seres humanos era outra…a prova disso é que hoje em dia, exactamente com os mesmos textos as pessoas nao andam para ai a atribuir a Deus a morte de cada uma das petalas de uma flor. Para quem se fixa em excertos do que está escrito na Biblia eu proporia que pegassem numa, e olhassem para ela nao como um livro historico mas como um livro de parabolas, de ensinamentos e de formas de ver o mundo em determinadas epocas…sobre determinados acontecimentos. O essencial numa Biblia, a Palavra de Deus está escrita nos Evangelhos ai não ha grandes interpretaçoes visto que sao retiradas de escritos de quem viveu com Jesus e partilhou com ele 3 anos de vida pública. Assim como eu concordo com todos aqueles que dizem que ha pessoas que acreditam e nao sabem bem em que…tb acho que ha quem diga mal sem saber o que está a criticar.

    Um abraço

    Paz e Bem!

    Comentário por Nuno Azevedo — 2 Novembro 2007 @ 2:35

  5. Caro Nuno,

    Consegues explicar, então, porque é que oficialmente a Igreja não assume essa postura? Por que é que, por exemplo, não condena explicitamente os movimentos criacionistas emergentes?

    De qualquer forma, não foi sempre assim como tu dizes. Ao longo da História, a Igreja tem-se visto obrigada a abdicar das justificações e explicações bíblicas, não porque o queira, mas porque as evidências cientificas têm provado o contrário e o peso do ridículo também se torna insuportável.

    É pena que a balança religiosa demore tanto tempo a responder… quando responde!

    Um abraço.

    Comentário por Helder Sanches — 2 Novembro 2007 @ 12:40

  6. Saudaçoes

    Pois, ai e reforçando a ideia exposta noutro comentario, eu tb concordo que por vezes a resposta da Igreja seja tardia…ou nao chegue a aparecer sequer…e acredite que isso foi e ainda é “uma pedrinha que estou a tentar tirar do meu sapato”, mas a resposta que me foi dada por um carissimo amigo quando lhe fiz essa msma pergunta fez.me ver as coisas com outro ponto de vista até entao nao equacionado por mim. A Igreja é Catolica…isto é Universal…as diferenças de evoluçao cognitiva no mundo são imensas, o que para mim enquanto Cristao Ocidental…minimamente informado sobre algumas materias nao faz absolutamente sentido nenhum como a pratica sexual so ser permitida depois do casamento…a recusa da Igreja quanto ao uso do preservativo fora do casamento…para alguem que viva na America do Sul…ou para nao ir mais longe no interior de Portugal é aceite com a maior das normalidades. É complicado para uma instituiçao da dimensao da Igreja Catolica ou outra qualquer das grandes religioes mudar ou sequer acompanhar a evoluçao tecnologica…cientifica que se vive no mundo. Em certos aspectos definitivamente Sim a Igreja nao tem capacidade de resposta para as solicitaçoes por outro lado ha que olhar tambem para as coisas positivas que a Igreja fez…faz e espero que continue a ter condiçoes de fazer. Assim como a Humanidade não evolui toda à mesma velocidade não podemos exigir que uma instituiçao transversal a todas as sociedades desde há milhares de anos evolua mais rapido do que as populaçoes locais (isto no meu entender claro)
    Mais uma vez agradeço as respostas aos meus comentarios e ás minhas ideias e agradeço igualmente a cordialidade e o respeito que me dispensam…bem hajam

    Grande Abraço

    Paz e Bem!

    Comentário por Nuno Azevedo — 2 Novembro 2007 @ 18:22

  7. Oh Nuno,

    Pára lá com os agradecimentos e vê lá se deixas de vez de me tratar por você. Acho que nunca o fizeste pessoalmente, não vejo porque haverás de o fazer aqui no blog.

    Quanto às respostas aos teus comentários, a caixa de comentários está aberta para isso mesmo.

    Um abraço.

    Comentário por Helder Sanches — 2 Novembro 2007 @ 20:03

  8. Quem fez a pesquisa não leu a Biblia, leu apenas o Antigo Testamento. No Novo Testamento fala-se de Vida, de Amor, de Cura, de PAz. Jesus, veio ensinar a amar, a viver em Paz com o proximo, a respeitar, a dar a vida, a curar dos males do corpo e da alma. Ele deixou-nos esse legado. Eu não vivo na ilusão. Depois de ter vivido, durante anos, para os bens materiais, foi em Jesus que me encontrei, e me sinto plena.

    Digam o que quiserem, Deus sempre protegeu os que o respeitam e amam. E protegeu-os também dos seus inimigos, se necerssário, matando-os. Mas não foi Deus que escolheu matá-los. Foram ele que, na liberdade dada por Deus, escolheram serem inimigos de Deus.

    Comentário por Maria — 25 Fevereiro 2008 @ 0:35

Alimentação RSS para comentários a este artigo. TrackBack URI

Publicar um comentário

Criado com WordPress | Theme by Roy Tanck