Últimos Artigos »
Últimos Comentários »
Artigos em Destaque »

O Dia do Ateísmo

4 Maio, 2007

Ao analisar as estatísticas do blog, apercebi-me que chega muito tráfego através de motores de busca como o Google e o Sapo. Curiosamente, as frases e expressões mais procuradas que resultam em visitas não têm nada a ver com o tema principal deste blog.

Pensar-se-ia que palavras e expressões como “ateísmo”, “blog ateu” ou “religião” fossem as que trouxessem mais tráfego a partir dos motores de busca mas, de facto, não é assim. “Feriados” e “Nacionais”, em conjunto ou em separado, estão no topo dos acessos a partir de motores de busca! Tudo isto por causa deste artigo.

Esta curiosidade levou-me a questionar se alguém tem conhecimento de alguma celebração oficial do ateísmo. Afinal, existem dias mundiais e dias internacionais de tanta coisa, por que não do ateísmo? Se é óbvio que isto não tem qualquer importância também é óbvio que não causaria nenhum mal a criação do Dia Nacional (ou Internacional) do Ateísmo. Com tantos feriados religiosos a poluírem o calendário de um país laico, eu já me satisfaria com um só dia dedicado ao ateísmo.


Arquivado em Ateísmo, Portugal, Sobre o Blog |

7 Comentários a “O Dia do Ateísmo”

  1. Avozinha Diz:

    Pois caro amigo, sugiro que se dirija à nossa magna assembleia da república e solicite o dito cujo feriado. Deus permita que lho concedam! Todos lhe agradecerão!
    Entretanto, e na impossibilidade de ir trabalhar nos feriados religiosos, sugiro que ofereça esses dias em trabalho voluntário, em organizações não religiosas, claro!

  2. Helder Sanches Diz:

    Cara avozinha de discurso masculinizado,

    Você acha mesmo que deus permitiria tal concessão? Eu tenho algumas dúvidas.

    Quanto às minhas opções de gozar os feriados nacionais isso não lhe diz respeito, assim como não me diz a mim respeito como você goza os seus (religiosos ou não).

    Mas, obviamente, pelo tom, a avozinha deve ser defensora de quantos mais feriados (religiosos ou não) melhor. Deve ser para poder privar mais com os netinhos!

  3. Eva Diz:

    E umha grande ideia !!!!
    Quando começamos??

  4. lou king Diz:

    Ó Sanches ainda queres mais feriados laicos?
    O 25 , o 1º Maio, a República, a Restauração, o Carnaval, o dia do teu pai e da tua mãe, o dia em que fazes anos (bem, não sei se fazes anos ou se duras simplesmente), ainda queres mais dias para evitar trabalhar?
    Acho até que não concordando tu com os feriados religiosos deviam obrigar-te a trabalhar nesses dias.

    Apresentando tu fortes sinais de ser portador de preguiça crónica, aposto como te disponibilizavas logo a assinar um qualquer papel a assumir práticas religiosas só para te livrares do trabalho.

    Eu sei que o ateísmo é a religião mais pobre que há,
    nem feriado tem, mas, deixa lá, morres com toda a razão e livras-te do Reino dos Céus.

    E como só te sabes divertir, escreve, escreve…

  5. Helder Sanches Diz:

    Ó lou-lou,

    Quem escreve, escreve e não diz nada de jeito és tu, pá! Os feriados religiosos devem andar a adormecer-te os neurónios.

    Quando deixares de te referir ao ateísmo como uma religião passarás a ter alguma credibilidade. Entretanto, vai treinando a leitura porque é óbvio que precisas de exercitar as tuas capacidades de interpretação do texto escrito.

  6. PedroAC Diz:

    Se o ateísmo é uma religião, o que afinal não é religião?

    Haver um dia dedicado a uma ideia não implica que seja feriado. Por exemplo, há o dia do livro. E as férias (feriados grandes) não são dedicados a qualquer ideia em especial.

  7. Steve Diz:

    se o ateismo é religiao, o Zidane é cabeludo!

Deixe um Comentário