YouTube censura Ateísmo

Ao que tudo indica, o You­Tube, empresa con­tro­lada pela Goo­gle, tal como a Gmail e o Blog­ger (pen­sa­vam que era só a Micro­soft a ten­tar mono­po­li­zar isto tudo?), come­çou a enve­re­dar por um cami­nho algo estra­nho de censura.

Nick Gis­burne é um ateu que tem uti­li­zado fre­quen­te­mente o You­Tube para divul­ga­ção dos seus vídeos em que pro­move o ateísmo e cri­tica o fenó­meno reli­gi­oso em geral. Nick pro­du­ziu um vídeo com pas­sa­gens do Corão que com­pi­lou a par­tir deste site. As pas­sa­gens em causa expu­nham a vio­lên­cia explí­cita do Corão.

Nick viu o vídeo em causa ser banido e, por último, após várias ten­ta­ti­vas de novo “uplo­ad” do vídeo, aca­bou por ser ele pró­prio sus­penso do You­Tube. Curi­o­sa­mente, durante o pro­cesso, Nick criou um vídeo seme­lhante mas com pas­sa­gens vio­len­tas da Bíblia que foi, tam­bém ele, apagado.

Será este mais um exem­plo de como na soci­e­dade norte-americana o ateísmo se encon­tra na base da cadeia ali­men­tar? Ou estará o You­Tube, agora que é con­tro­lado pela Goo­gle, a ter que se pre­o­cu­par com a pres­são de gru­pos eco­nó­mi­cos influentes?

O que é lamen­tá­vel é o bran­que­a­mento que, ao abrigo da defesa de algu­mas sen­si­bi­li­da­des, se tenta fazer aos aspec­tos mais obs­cu­ros das reli­giões. Será que para a You­Tube é assim tão poli­ti­ca­mente incor­recto ser-se ateu?

É impres­cin­dí­vel estar atento a este tipo de fenó­me­nos pois, se a moda pega, a liber­dade de expres­são será posta em causa não ape­nas nas cari­ca­tu­ras mas no humor em geral.

Está a ser cri­ada uma cam­pa­nha de soli­da­ri­e­dade em todos estes sites de forma a levar este assunto à pri­meira página do motor de busca da Goo­gle. Mais ou menos como guer­ri­lhar nas trin­chei­ras do ini­migo! O Nick explica tudo aqui.

(Diá­rio Ateísta/Penso, logo, Sou Ateu)

Seja Social e Partilhe!
  • Tweet

22 pensamentos sobre “YouTube censura Ateísmo

  1. David Cameira disse em :

    O q é ver­go­nhoso é q a coberto da liber­dade de expres­são se ” mate tempo ” a ofen­der as reli­gi­oes dos outros…

    é lamen­tá­vel e demons­tra­tivo de inca­pa­ci­dade inte­lec­tual este tipo de actitudes

  2. Helder Sanches disse em :

    Mas, o que eu não per­cebo, é como é que se pode ofen­der uma reli­gião ao trans­cre­ver excer­tos dos seus pró­prios livros sagrados!

  3. Kota disse em :

    Eu acho que aqui entra a ques­tão de não se poder levar à letra o que está escrito.
    Do pouco que já li da Bíblia e do Corão, os tex­tos são dados a vari­a­das inter­pre­ta­ções onde cada um pode enten­der de dife­ren­tes manei­ras o sig­ni­fi­cado do que está escrito. Eu sei que é um bocado vago, mas não se pode com­pa­rar isto a um road-boock, onde cada sím­bolo cor­res­ponde a uma e única coisa. Tam­bém acho muita piada à quan­ti­dade de malta que fala con­tra e a favor das reli­giões sem ten­tar pri­meiro ler alguma coisa sobre elas.
    Penso que para se poder cha­mar as pes­soas à razão, não se deve into­xi­car de uma forma fun­da­men­ta­lista como alguns ten­tam, por vezes é con­tra pro­du­cente.
    Em rela­ção aos Ame­ri­ca­nos, estás à espera de quê?
    “Money makes the world go around”

    PS:Já par­ti­ci­pei na guerrilha.

  4. Ludwig Krippahl disse em :

    Hel­der,

    Acho que tens um pro­blema nos pri­mei­ros links (estão a apon­tar para aqui e não para os sitios que referes).

    Já agora, escreve-se Hel­der ou Hél­der? O spell­chec­ker queixa-se, mas aqui vejo sem­pre sem acento…

    Quanto ao resto dos comen­tá­rios, vão para o meu blog, para não des­per­di­çar um post he he he :)

  5. Helder Sanches disse em :

    Ludwig,

    Obri­gado pela dica dos links.

    Eu sou Hel­der sem o acento. O nor­ma­li­za­ção dos nomes já me obri­gou a gas­tar algum dinheiro em cer­ti­dões de nas­ci­mento sem­pre que renovo o B.I.. Enfim, moder­ni­ces… ;)

  6. Pingback: Helder Sanches » Ainda a Censura YouTube

  7. David Cameira disse em :

    ” Mas, o que eu não per­cebo, é como é que se pode ofen­der uma reli­gião ao trans­cre­ver excer­tos dos seus pró­prios livros sagrados! ”

    É sim­ples, dis­tor­cendo o seu con­teúdo .. se eu estiu­dar auto­res ateus e vier ridiculariza-los vcs tb não acham bem

    Ou dizer q Niet­che era um ” bebado ” e imo­ral ” sifí­li­tico “
    … o q é q isto traz de novo con­tra as suas obras

  8. Helder Sanches disse em :

    Ah, já per­cebi qual é o seu enten­di­mento de “transcrição”…!

  9. David Cameira disse em :

    o meu enten­di­mento de trans­cri­ção é igual ao seu , julgo, o q eu disse foui que se fazem defe­ci­en­tes tramscrições ..

    ora assim até se pode pela BÍBLIA que não há DEUS pq o salmo 14 diz isso mm

  10. Bruno Resende disse em :

    Viva,

    Quanto a isso existe sem­pre uma solu­ção. Não usar o you­tube. Ter con­teu­dos num site asso­ci­a­dos a outro site acar­reta sem­pre pro­ble­mas. Para além dos nor­mais down­ti­mes e mudança de link.

    Os vídeos que uti­lizo nos meus sites estão no meu ser­vi­dor. A mim num me enga­nam!! :P

    Admira-me a posi­ção do Goo­gle. Não tem ide­ais de cen­sura. É uma das pou­cas empre­sas Ame­ri­ca­nas que res­peito imen­sa­mente. Muito dife­rente da pos­tura capi­ta­lista e fas­cista da M$…

    Este é um pro­duto e um mal da soci­e­dade e não do you­tube ou do goo­gle. Lembro-me de aquando da inser­ção no mer­cado chi­nês a posi­ção do Goo­gle ter gerado polé­mica. Pac­tu­a­ram com a cen­sura chi­nesa, e obvi­a­mente que essa posi­ção não foi bem digerida…

    Mas os males são os con­tex­tos e não o Google…

  11. Bruno Resende disse em :

    Caro David Cameira,

    Trouxe-me uma visão nova de Nietzs­che! lol

    Não sabia que exis­tiam pes­soas a cha­mar bêbado ao gran­di­oso filó­sofo. Mas tem muita piada!!

    Quem ler Nietzs­che (muita gente esquece-se que é neces­sá­rio saber do que se fala para se cri­ti­car…) irá per­ce­ber que o filo­sofo é radi­cal­mente con­tra o alcool…

    Por acaso é a posi­ção do filó­sofo que menos apre­cio… Umas loi­ri­nhas caem tão bem… :)

  12. Helder Sanches disse em :

    Caro Bruno,

    Essa suges­tão de alo­jar os vídeos no ser­vi­dor pró­prio é para ser levada em conta. Já tinha repa­rado que tam­bém uti­li­zas o Word­Press. Não conhe­cia o plu­gin que uti­li­zas para o video, o Anar­chy, mas acho que vou ter que experimentá-lo por aqui.

    Um abraço.

  13. Bruno Resende disse em :

    Caro Hel­der,

    Esta é uma situ­a­ção à qual tenho pres­tado alguma aten­ção. Cen­sura ile­gal. Lembro-me do caso de um jor­na­lista chi­nês que man­ti­nha um blog alo­jado nos E.U.A. (sujeito claro está à les­gis­la­ção dos E.U.A.) e que rela­tava várias atro­ci­da­des e pro­ble­mas chi­ne­ses. Cri­ti­cava obvi­a­mente a cons­tante vio­la­ção de direi­tos Huma­nos. A M$, res­pon­sá­vel pelo alo­ja­mento rece­beu a “ordem” de apa­gar o blog pelo governo chi­nês, e como o gigante infor­má­tico tem na China uma mina de ouro para os seus pro­du­tos aqui­es­ceu ime­di­a­ta­mente com a ordem! Não vale a pena falar em pro­ces­sos legais de um único indi­vi­duo con­tra a maior empresa mun­dial. Já está deci­dido antes de começar…

    Por isso mesmo tento aos máximo ser inde­pen­dente de qual­quer enti­dade. O open-source veio aliar-se à liber­dade de expres­são de uma forma incontornável.

    Stall­man e Tor­valds são ateus. :)

    Stall­man is the cre­a­tor of the Free Soft­ware Move­ment, and the GNU Ope­ra­ting sys­tem. He foun­ded the Free Soft­ware Foun­da­tion [1].

    In a foot­note of the O’Reilly Book Open Sour­ces [2] Stall­man says “As an atheist, I don’t fol­low any reli­gi­ous lea­ders, but I some­ti­mes find I admire something one of them has said.”

    Sobre o ateísmo de Tor­valds:
    -> http://www.celebatheists.com/index.php?title=Linus_Torvalds

    Fica bem! ;)

  14. Bruno Resende disse em :

    Viva.

    Cir­cu­lam videos no You­tube a pedir a morte dos ateus.

    http://www.youtube.com/watch?v=J9DxSUxK6jc

  15. David Cameira disse em :

    e vcs fazem outros tts a pedir a morte do crentes …

  16. Pedro disse em :

    Caro David Camera não usa­rás o nome de deus em vão!!!

    Não pro­nun­cies em vão o Nome de Javé teu Deus, por­que Javé não dei­xará sem puni­ção aquele que pro­nun­ciar o seu Nome em vão.“
    Dez mandamentos

    a liber­dade de expres­são é a base da liberdade.

    Parece que deus mor­reu na cruz por serem con­tra a liber­dade de expres­são dele.…

  17. Igor disse em :

    David Cameira, a única coisa que é “demons­tra­tivo de inca­pa­ci­dade inte­lec­tual” é escre­ver “acti­tude” ao invés de “atitude”.

  18. a m de souza otto disse em :

    curi­oso o tempo que os auto-designados ateus per­dem a ten­tar negar o gnos­ti­cismo. se não há Deus fiquem-se por aí, esse fun­da­men­ta­lismo obces­sivo é indi­ca­dor de inquietação

  19. jamesbond disse em :

    O pro­blema da pes­soas serem reli­gi­o­sas, tem aver na minha modesta opi­nião, a falta de capa­ci­dade de pen­sar com a sua pró­pria cabeça. Se não veja­mos:
    Por­que mor­rem tan­tos reli­gi­o­sos, quando pas­sam uma “vida inteira” a pedir a “deus”, ou outros, a sual sal­va­ção? Claro todos vamos mor­rer, por quais­quer moti­vos que sejam, mas que vamos todos vamos, com “cunhas” ou sem elas.
    Sem as reli­giões fos­sem, e pra­ti­cas­sem a VERDADE, então não have­riam tan­tas “guer­ras san­tas” o nome é basto, ilus­tra­tivo.
    Por agora fico-me, espe­rando que o meu dia ainda não seja o último.
    Um abraço grande para quem defende que 2+2 são cer­ta­mente 4 e nada mais.

  20. João Ribeiro disse em :

    jamesbond…99% das pes­soas não pen­sam pela pró­pria cabeça. Os reli­gi­o­sos usam os argu­men­tos de outros reli­gi­o­sos mais inte­li­gen­tes e infor­ma­dos e o mesmo se passa com os ateus.

    E o lutar e mor­rer pelo que se acre­dita pode-se exten­der a mui­tas áreas, não só a reli­gião, e por­tanto a mui­tas pessoas..(crentes, ateus agnós­ti­cos etc…)

    Mais, é pre­ciso dife­ren­ciar a prá­tica reli­gi­osa, da sua men­sa­gem. Que são coi­sas que são, mas não deve­riam ser diferentes.

  21. Miron F.Bonglione disse em :

    Acho idi­o­tice quando mui­tos de nós ficam per­dendo tempo dis­cu­tindo coi­sas em que afirma não acre­di­tam.
    Se eu não acre­dito que uma ponte vai cair o que eu devo fazer é atravessá-la e ponto final.

  22. Arievilo Oterrab disse em :

    Con­cordo plenamente,mais,para o ateu ver se a ponte é forte o suficiente,ele pas­sará sobre ela.Agora se cairá ou não depen­derá do peso de seu corpo!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: